26 de nov de 2009

Lovelha

                      Vou contar a história das lovelhas...e das Ovelhas. As lovelhas são muito doces, falam sempre o que seus pastores gostam de ouvir. São também muito prestativas. As lovelhas são “aparentemente” muito fiéis aos seus pastores. No aprisco as lovelhas estão sempre atentas aos movimentos das ovelhas, afinal elas são uma constante ameaça às lovelhas.
                 As ovelhas são verdadeiras, fiéis e se preciso for elas dão um béééééé bem alto para que seu pastor as ouça e venha ao seu socorro. Elas não fingem que está tudo bem quando não está, ao contrário das lovelhas que se importam com o agora e em agradar. As ovelhas olham para frente e querem o bem de todo aprisco. Já as lovelhas para não contrariarem seus pastores são as primeiras a dizer: sim...faça!!!! Porém não estão realmente preocupadas com bem estar futuro. As ovelhas muitas vezes mostram seu cansaço...já as lovelhas sempre podem tudo mas ...na hora que eles menos esperarem...leu lado Lo...vai aparecer! Vou agora contar a história muito interessante.
               Certa vez estava a ovelha no aprisco, e pobrezinha um pouco cansada, pois seu pastor não era mais o mesmo de antes. Parecia cansado, desanimado, o aprisco estava triste, muitas ovelhas estavam um pouco confusas. Neste meio tempo a ovelha cansadinha acabou que deu um béééé´ meio bêêê...quem ouviu?  A Lovelha!!!!
                Rapidamente ela corre para o pastor e diz: Sua ovelha está com más intenções!!! E começa a indagar o pastor: Como pode sua ovelhinha preferida fazer isso? Exijo explicações? Ela está com péssimas intenções, quer te desmoralizar!!!!! O pastor atordoado pela Lovelha já com seus problemas pessoais, não pensa duas vezes...pega sua vara e vai até sua ovelha.
                Ao chegar perto dela diz: Ovelha? A mesma fazia tempo que não ouvia sua voz...ao ouvir seu coraçãozinho se enche de alegria e toma fôlego e diz: Béééé feliz, por tê-lo ao seu lado. Porém ele tão envenenado pela Lovelha não pensa duas vezes e dá uma forte varada em sua ovelhinha. A ovelha com seus olhos cheios de lágrimas, olha para seu pastor...sem entender muito...porém neste momento seu coraçãozinho dói, dói demais e no mesmo momento algo se desliga no interior da ovelha...parece que a dor se transforma em decepção...as lágrimas se transformam em amargura profunda. Ali é o fim desta ovelha. Porém nisso tudo uma outra ovelhinha escutou o que a Lovelha fez... e foi até a ovelha e disse: Não chore...foi a Lovelha... Não tinha mais jeito...a ovelha não conseguia mais comer neste aprisco. Seu capim parecia feno seco. A voz do seu pastor se tornou fria e rude aos seus ouvidos. Enquanto isso a Lovelha estava feliz porque sua missão estava sendo cumprida!
              
                  Enfim...a ovelha devagar foi se afastando do seu aprisco...se afastando...até que chegou num outro aprisco. Este bastante vistoso...um capim farto...e lá está a nossa ovelhinha... A Lovelha continua ...fazendo seu papel de Lovelha. Porém na Palavra de Deus diz: Há muitos lobos vestidos de pele de ovelhas...e esse é o papel da Lovelha. Porém a ovelha acredita que um dia seu amor, sua dedicação e sua fidelidade serão reconhecidos e entendidos. A Lovelha não fez por amor o que fez mas fez por prazer de ferir a ovelha. A ovelha hoje está bem alimentada e feliz em seu novo aprisco. Pelo menos lá a nossa ovelhinha está quietinha e sossegada. A moral dessa história é a seguinte: Nem tudo o que parece é. Nem tudo que te dizem só porque é uma pessoa que vc “confia” que está certo. Tudo merece ser apurado. Infelizmente colocamos muitas vezes a nossa confiança em pessoas erradas. Às vezes é mais fácil mesmo conviver com pessoas que concordam conosco, mas seria esse o melhor caminho? Não seria melhor conviver com aquela pessoa que abre os nossos olhos e nos faz ver o perigo? Todos nós um dia acreditamos numa lovelha...porém entre ser enganado e viver enganado é a grande diferença!!!


Ass: Uma ovelha...

2 comentários:

  1. Era uma vez numa igreja batis,,,,,,,,,,,,,,,
    Creio que as lovelhas estão se multiplicando e continuando a fazer estragos.
    Em todas as igrejas existem lovelhas.
    Os pastores são os responsáveis diretos pela igreja, e tem que responder pelos desmandos e desvios doutrinários e comportamentais do povo.
    Pelo menos é assim que deveria ser.
    Com os meus próprios olhos, observei a falsidade das lovelhas e seu modos operante, tentei corrigir de acordo com a palavra, não deu.
    Eu vi lovelhas maltratando ovelhas com a anuência do "anjo da igreja".
    Eu vi ovelhas sofrendo injustiças, ovelhas chorando, ovelhas que foram chamadas de lovelhas.
    Eu vi desonestidade, mentira e maus tratos.
    Pessoas que falavam bem umas das outras, num momento eram tratadas como inimigas.
    Sei que perdemos a confiança em algumas pessoas, mas elas não representam aqueles que chamamos: Servos fieis.
    O melhor de tudo é que somos individuos e assim seremos julgados.
    Um dia o Senhor separará ovelhas de lovelhas.
    Mas acima de tudo, devemos orar e orar e orar e esperar a mudança na vida das pessoas.
    Devemos seguir a nossa vida sabedores de que nem todos os que se aproximam de nós são sinceros.
    Devemos estar alegres por ser hoje, um pouco menos ignorantes que ontem...éh éh éhh
    Belezzzzzzzzzzzz....................

    ResponderExcluir
  2. Olá graça e paz, vc é parente do irmão Perez? este irmão é uma benção sempre me abençoando com suas postagens e comentários. Encontrei vc com o mesmo sobrenome e fui atraida até aqui, rsrs. Gostei do texto, que sejamos sabios, pois o sábio ouve e cresce em conhecimento, paz. Se quiser nos fazer uma visita será benção
    blogdamulhercrist.blogspot.com

    ResponderExcluir

Podem comentar...eu fico feliz!!!!!!!!!