10 de dez de 2009

Santa Maria mãe de Jesus







Lucas 1: 26-38

“26 ¶ E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27 A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. 28 E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. 29 E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. 30 Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. 31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. 34 E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? 35 E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. 36 E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; 37 Porque para Deus nada é impossível. 38 Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.”

                   Está chegando o Natal. Com isso muitas lembranças nos vêem à memória. Porém como evangélica cresci ouvindo a palavra, mas também muito mal de Maria. Hoje com uma pitadinha só de clareza gostaria de dizer tudo que penso à respeito da irmã Maria.
                    Eu admiro demais essa irmã, sabe porque?
                    Maria foi uma agulha no palheiro. Na verdade nós temos tanto medo de idolatria e sacrificamos a Maria o tempo todo, porém nos esquecemos que  podemos idolatrar  sem perceber. Quantas vezes podemos idolatrar um filho, um carro, um emprego, uma posição na igreja, um marido, um imóvel, enfim...mas nós crentes só temos medo da Maria.
                  A irmã Maria para mim é sim uma mulher muito especial. Ninguém nasce na hora errada, nem faz parte deste mundo por acaso. E quantas vezes pregamos...vc não está aqui neste mundo por acaso!!! Então Maria foi escolhida à dedo por Deus para ser mãe de seu filho. Porém deixando bem claro...mãe de Jesus Cristo-homem, DEUS NÃO TEM MÃE,OK?
                 Pregamos tanto sobre sonhos, e Deus vai realizar seus sonhos...”não desista não pare de crer...os sonhos de Deus jamais vão morrer” (Ludmilla Ferber) Mas os de Maria morreram alguns sim e ela aceitou isso. Hoje se nossos sonhos não se realizam fazemos um banzé, não é mesmo? Mas o sonho que mais me chama a atenção é o sonho do casamento. Alguma vez vc parou para pensar que ela era virgem e digna...naquela época os casamentos já eram realizados e eram bastante rígidos. Diante de uma pesquisa a coisa foi mais ou menos asssim:

Estado civil de Maria quando o anjo Gabriel lhe apareceu

Na primeira referência, que encontramos em Lucas 1:26/27, Maria está na Nazaré da Galileia quando o anjo Gabriel lhe aparece. Segundo algumas traduções estava casada com José e segundo outras traduções, estava noiva de José. Esta divergência é devido à dificuldade de tradução visto que estavam numa cultura muito diferente da atual.
Segundo o historiador Joaquim Jeremias, era habitual uma jovem ficar noiva aos doze ou doze anos e meio. Eram os pais que escolhiam o noivo, logo que a jovem se tornava sexualmente fértil e era frequente o pai querer um noivo da sua família e a mãe também um da sua família ou da sua tribo. Assim, como já dissemos, é bem possível que Maria fosse também descendente de David, mas por vazes havia casamentos com mulheres de outras tribos.
 Transcrevemos o que afirma Joaquim Jeremias no seu livro “Jerusalém no tempo de Jesus”.
«O noivado que precedia o pedido de casamento e a execução do seu contrato, expressavam a aquisição (qinyan) da noiva pelo noivo, e, assim, a conclusão válida do casamento; a noiva passa a se chamar “esposa”, pode ficar viúva, é repudiada por um libelo de divórcio e castigada de morte em casos se adultério. É característico da situação legal da noiva que “a aquisição” da mulher e a do escravo sejam postas em paralelo. Adquire-se a mulher pelo dinheiro, contrato e relações sexuais; assim “adquire-se” também o escravo por dinheiro, contrato e tomada de posse...»
 É esta a dificuldade em traduzir a situação de Maria na passagem que citamos em Lucas. Ela ainda não se tinha juntado a José e nem sabemos se tinha sido consultada pelos seus pais para esse casamento ou se alguma vez tinha visto a José. Mas, estar noiva nesse contexto cultural era quase o mesmo que estar casada. Possivelmente José já teria pago ao pai de Maria, a importância acordada entre ambos. 
                                                           (http://www.estudos-biblicos.com/maria.html)

           


                  Enfim, alguns estudiosos dizem isso, mas eu diria assim: se ela já fosse casada, porque José quis deixá-la?  Porque não quis expor Maria? Se não tinham do que se envergonhar? José sabia que nunca havia tocado em Maria. Mas Maria como toda moça devia sonhar com seu casamento que pelo jeito foi por água abaixo. Nos dias de hoje seria assim: Maria iria contar para aquela irmã que na igreja é amiga de todo mundo. Ela brinca, deixa você bem á vontade. Só que essa irmã é a repórter do pastor e ninguém sabe. Então a Maria iria contar para ela e ela automaticamente para o pastor. Mas ela tem amigas, que logo também saberão. Por sua vez o pastor iria chamar Maria se ela confessa tudo bem, dá-se um jeito senão...iria chamar os pais de Maria. Nisto a igreja já estaria em borbulhas, olha a Maria hrummm tá grávida! De quem? Olha... nem ela sabe direito, porque com certeza chifrou o José...diz que é do Espírito Santo...Que desculpa!!!!!



             E ai? Será que Maria não sofreu nada com essa missão? Seria somente em nossos dias que as coisas são deste jeito? Claro que não! 


           Pois bem digo que eu jamais estaria a fim de passar por essa. Mas acredite esse é só o começo!!!!!!!!
           Com tudo isso Maria fica firme no propósito que Deus designou a ela. 


            O sonho da lua de mel...o sonho de ser paparicada em sua gravidez...afinal passou em aflição, com medo sim pois ela sabia que havia um decreto...

Mateus 2:16
16 Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou-se muito, e mandou matar todos os meninos que havia em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos.

     Que falta de sossego!!!!!!!

      Até aqui a vida conjugal de Maria foi um horror!!! Que tempo ela e José tinham um para o outro?
     Quando nos casamos sonhamos com nossa casa, nosso esposo chegando...tudo em paz!!!

              Mas o pior está por vir. Sonhamos com o futuro de nosso filhos, porém seu amor de mãe não foi diferente porque era Jesus não. Ela foi mãe como eu e você. Como ela poderia sonhar se ela sabia que esse filho teria uma missão! Mas será que minha irmã Maria sabia mesmo como tudo seria...acredito que não.

              Seu filho cresceu, e aos 30 anos começa seu ministério, certo? Puxa será que a família de Maria nunca cobrou que esse Jesus formasse uma família? É minha gente...a missão da Maria não foi fácil!!!! Mas eu sempre ouvi falar mal dela! Na igreja todos tem medo de citar seu nome, e se o fazem é com muita mais muita discrição.
             Acredito que Maria sempre tinha uma resposta, mais tinha hora que não deveria ser fácil. O pior estava por vir...

             Quando nosso bebê nasce, nos olhamos para aquele ser e o amamos, cuidamos, amamentamos, cheiramos todos os dias. Um elo entre você e esta criança se solidifica a cada dia mais e mais. Maria, minha irmã em Cristo com certeza cuidou de seu bebê como eu cuidei do Felipe, da Julia, você do seu José, da sua Cris, dou seu Guilherme, da sua Helena...Maria participou de cada detalhe do crescimento desta criança...

           Eu acho uma falta de respeito quando os cristãos acham a maior graça quando Jesus fala com Maria naquele casamento em Caná da Galiléia - João 2:4-5.
3 E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho.

4 Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora



                 Para alguns esse texto é como se Jesus fizesse ao contrário que o próprio mandamento “honra teu pai e tua MÃE” ...NÃO !!!!!! Em primeiro lugar não confio em traduções e depois com muito bom senso acredito que Jesus jamais usou um tom desrespeitoso como se ela fosse uma mulher qualquer, pois afinal, Jesus não tratou mal nem a prostituta, porque seu amor é pela humanidade e Maria foi sempre e será sua mãe terrena. Hoje glorificado não...mas na terra sim!!!!!!!!

                Maria foi uma mulher humilde, que aceitou a vontade de Deus e se prontificou a cumpri-la.
                 Mas o pior...pior mesmo foi o dia que assistiu a crucificação de seu filho.

                 Eu não vou falar mais nada....só assista este vídeo se colocando da seguinte forma: é minha Vera, meu Guilherme, minha Joana, minha Rose, minha Debora...olhe como mãe e como pai...e tire suas conclusões que a Santa Maria é um exemplo!!!



                 Está assustado???  "Santos sereis, porque eu, o Senhor, sou santo" (Levítico 19:2; 1 Pedro 1:16)
         Santo para quem não sabe significa: SEPARADO


5 comentários:

  1. E aí Ale..
    Muito bacana o que você escreveu.
    Você descreveu tudo de uma forma tão completa que me fez olhar Maria de forma mais humana.
    Por ser mulher creio que você está mais propensa a entender as dificuldades de Maria.
    Maria foi agraciada por carregar em si o ente santo que viria a ser o nosso Salvador, o Senhor enxergou nela a pureza de uma jovem santa.
    Maria tem o seu lugar especial nos céus, ela é alguém que merece todo o nosso respeito e admiração.
    É verdade também que Jesus nunca poderia maltratá-la ou tratá-la com desdém; não é da natureza de Deus tratar as pessoas com desprezo.
    Maria cumpriu o seu papel, e devemos amá-la por isso.
    Você me deu um monte de informações muito legais, mas, o que me chamou mais a atenção foi que você viu as coisas como se estivesse no lugar dela, como esposa e mãe.
    belezzzzz;;;

    ResponderExcluir
  2. E tem mais.....
    Uma coisa que eu vi com os meus próprios olhos e que me entristecia muito; a igreja batista que eu frequentava, quando uma moça confessava para o pastor que tinha errado e que estava grávida; o pastor colocava a moça diante da igreja para ela contar tin-tin por tin-tin, e lá ficava ela diante dos seus juízes e algozes, tinha que enfrentar o processo de expor o seu pecado para servir de exemplo, e todos com aquela cara de santo iam para casa horrorizados, e a moça ficava marcada, e mal vista pela santa irmandade.
    Quantas e quantas filhas de gente importante da igreja aprontou e esconderam o fato.
    Quantas filhas de pastores aprontaram e esconderam o fato.
    Três meses antes que eu saísse da igreja ocorreu algo parecido, reuniram o conselho para decidir o destino de uma moça, iriam colocá-la na frente do povo para ela sentir o peso do seu pecado; na condição de diácono, fui contra, disse que se fosse filha de algum deles, certamente a decisão seria outra, disse que se fosse minha filha eu não permitiria o "apedrejamento"; eu ouvi da mulher do pastor: Quando você for pastor faça do seu jeito, eu fui embora e nunca mais participei de nenhuma reunião; eles me chamaram de rebelde, fiquei tão triste que até hoje não consigo mais sorrir..........kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
    Bulhufas......

    ResponderExcluir
  3. Oi Alê , que alegria saber que vc é irmã da Pastoragente. Ela é muito querida e o Perez de igual modo. Conhecer vc só completa a benção, amo vcs em Jesus , viu? Bacana saber que tem Moreno no sobrenome, será que somos parentes? rsrsrs De vez em quando me faça uma visitinha no blog, ok? semana de alegrias.

    ResponderExcluir
  4. Esqueci de uma coisa..
    Se a virgem e santa Maria aparecesse grávida em certas igrejas batistas, iriam querer colocá-la na frente do povo para ela confessar e sofrer as penalidades que a santa igreja gosta de impor.
    Sabe o que mais me decepciona nas pessoas que compõem a igreja de Cristo?
    A falta de GRAÇA.
    Gostei muito desse post.

    ResponderExcluir
  5. Olá minha irmã, graça e paz. Estou passsando pra desejar um natal abençoado pra vc. sabemos que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro,porém Ele nasceu um dia , morreu, ressuscitou e vivo está,e Ele é o melhor e maior presente de Deus pra nós,né? Que vc possa desfrutar junto com sua familia da alegria que tem somente aqueles que de Deus este presente recebeu, um abração

    ResponderExcluir

Podem comentar...eu fico feliz!!!!!!!!!